quarta-feira, 18 de junho de 2008

Seja bem vindo a este Blog!

Olá,

Seja bem vindo a este Blog!

Aqui pretendo narrar pequenos casos que se perdem em uma cidade tão grande como São Paulo. Para quem se interessa pelo dia-a-dia de figuras comuns, dessas que se vê passar na rua todos os dias e das quais sabemos tão pouco, sou uma xícara cheia.

Sou originário da Etiópia e sempre fui muito apreciado, tanto assim, que atualmente sou item obrigatório na dispensa de qualquer país do mundo. Muitos consideram impossível começar o dia sem mim; outros me evitam dizendo que sou capaz de lhes tirar o sono.

Naturalmente polêmico, apareci em terras tupiniquins por volta de 1730. Moro na cidade de São Paulo, onde, aliás, já sou cultivado há muitas décadas. Em um momento de bobeira me envolveram até na política, mas já superei essa fase.

Minha casa é sempre muito movimentada. Você não imagina as figuras que passam por aqui: são jovens, velhos, casais de namorados, pessoas sozinhas que param apenas para ter a minha agradável companhia e muitos, mas muitos cachorros. Mesmo.

As pessoas conversam diversos assuntos, toda sorte de temas que você imaginar eu escuto. E como falam, não? Outras preferem ficar quietas e ler um livro ou escrever. E eu fico ali, observando tudo, praticamente sem ser notado.

Assim, resolvi dividir com você alguns casos interessantes que já presenciei nessa minha vida, afinal, não posso guardar todos eles pra mim. Sabe, minha memória é curta... Risos. Bom, ainda não me apresentei:

- Muito prazer, eu sou o seu café, talvez um café diferente, mas, ainda assim, um café.

Até Mais!

Beijos

Mariana Primi Haas - MTB 47229 
Junho/2008

21 comentários:

Elaine disse...

Oi, Gostei do título! Sucesso com o blog. beijos

Regina disse...

Amei! Mesmo sendo suspeita... eu... me deu até vontade tomar uma xícara de café, aí onde aparecem tantas figuras. Curiosa para conhecer suas histórias. Boa Sorte!

Angela disse...

Parabéns! Abraços.
Angela Schaun

Tally disse...

eu tenho medo do q esse café pode contar... e se ele ouviu algo de mim? uahahahahaha.... ai, vc é um arraso! escreve bem pacas, minha cara! besos

Galvão disse...

O cafezinho de nossos dias. O cafezinho de quem nem tem café.O cafezinho nos botecos.O dos empresário.O dos políticos.O cotidiano do brasileiro está no "em torno" de cafezinhos? Talvez gostar de café seja gostar de gente.Gostar de gente de verdade, seja quem for e de onde vier ou estar, é um princípio básico para se "ser humano" e um bom jornalista/comunicador..As histórias da vida estão nas esquinas e porque não as convidamos para um cafezinho em nossas casas..e se for o caso, vamos ao bar com elas, ouví-las e viajar e crescer... Café ou pinga? A cachaça é preferência nacional para o desdejum também.E haja histórias nesses casos..Mas sua iniciativa de ouvir significa aprender.O "remédio" dizem, entra pelos ouvidos e sai pela boca, digo letras né rs. Qual a diferença de um cafezinho no Franz, na livraria cultura e num botequinho perdido por aí?Talvez nenhuma, porque histórias são histórias..vou adorar "ouvir"..parabéns..
Luiz

Galvão disse...

Que tal tomarmos um cafezinho?Ele pode nos revelar segredos, viagens ou "trips" mesmo hehehe, sonhos, devaneios e más intenções hahahahahahahaha Beijão..tá no meu favorito.. E quer saber, vou fazer um blog do pão sem manteiga....

Marcela Fonseca disse...

Mari... que felicidade fazer parte deste momento da história... sei que me entende. Amiga, sucesso, vida longa ao Blog. Escrever para alguns é tão vital quanto comer ou beber... aproveite sempre as folhas em branco e mãos à obra. Estou super orgulhosa e sonhando com um café quentinho!!! Belíssimo texto, brilhante começo... Parabéns!!!

André disse...

Oi Mari, sensacional essa sua estréia. Assim como os bons cafés deixou um gostinho de quero mais. Sucesso pra ti e por favor, não demore para começar a postar as histórias. Beijos!

Neide disse...

Mariana, Muito bacana o blog. Adorei a idéia! Parabéns! Bjs, Neide

Ju disse...

Ma ameiii viiuuu....vou olhar sempreeeee bjinhhoosss e boa sortee

Eloyr disse...

Olá Mariana, obrigado por me proporcionar uma degustação do seu blog.Gostei muito. Tenho certeza de que seu blog não será café pequeno e vai agradar quem gosta dele puro, com leite, com açúcar, com adoçante artificial, forte, com espuma, carioca.....e por aí vai. Sucesso. Beijo . Loy

Urbano disse...

Mari...muito boa idéia do seu blog. Espero ler novas e surpreendentes histórias. Parabéns miga. Beijão. Urbano Lemos.

Aurea disse...

Olá Mariana, Parabéns... adorei! Muito original, bem escrito... um prazer! Agradeço esta partilha... Um abraço, Aurea Fuziwara (Cress)

Helô disse...

Ai meu Deus!! Que será que este café ouviu na varanda da minha sala ?? Socorroooooooo !!!! Bom , seja la o que for, por favor, me sirva com cinco gotinhas e meia de adoçante!! rsrsr Brincadeira querida!!! Apenas , para lhe desejar sorte!!! Bjos Doce.........

Zenira disse...

Adorei, Mariana! Que idéia interessante essa de captar o cotidiano e dar esta forma gostosa de se lê. Acho que posso até sentir o cheirinho do café, ouvir aquele barulhinho de xícara, colher... que burburim gostoso... Desejo sucesso e aplaudo a boa idéia! Um grande e carinhoso abraço.

Vera disse...

Ah!!! O que faz um coração apaixonado. Muito interessante o seu blog. Parabéns.Você é mesmo brilhante. Beijos

Yara disse...

A idéia é super interessante: narrar o cotidiano, presenciado pelo nosso queridíssimo, brasileiríssimo CAFÉ. Está fadado ao SUCESSO.

Marluce disse...

Mari, meu amor, muito legal seu blog. Fiquei pensando quando vc ainda era uma adolescente mas que já prometia ser .... criativa .... cheia de história para contar e que seus cafézinhos sejam saboreados quentinhos ... com muito amor. Muita luz no seu caminho!!!

Durval Silva disse...

Olá Mariana Diet. Adorei suas histórias. Apenas quem tem sensibilidade aguçada consegue ter essa percepção de captar vida numa conversa frugal. Beijos.. Durval Silva

Luís Fernando disse...

Tenho certeza absoluta que esse blog vai dar muito certo, a idéia é muito boa, e quem esta a frente do café sbae do assunto como poucos! hehehee Sucesso nesse blog! Bjus!

Carmem disse...

Mariana, Impressionante como você consegue captar o cotidiano, é isso mesmo. Eu adoro cafés e geralmente os tomo sozinha, em meio a um deserto, dentro da cidade repleta de pessoas. Desejo-lhe muita sorte e que sua criatividade sempre aumente. Parabéns para saber traduzir o cotidiano. Isto é um dom, aproveite-o.